Blog

Por que existe um limite de idade para financiar um imóvel?

De modo geral, essa é uma dúvida muito comum, principalmente, entre as pessoas mais velhas que desejam comprar um imóvel e têm renda para a aquisição.

Para deixar bem claro, um financiamento é um empréstimo que tem requisitos para consegui-lo, e que depende muito do perfil do solicitante. Mesmo que você tenha tudo em dia, seja com sistema jurídico e fiscal, renda para fazer o financiamento, ainda o fator da idade influencia na liberação do financiamento.

Justamente porque, a pessoa que estão contratando um financiamento imobiliário precisa ter um idade compatível ao tempo de duração do crédito habitacional.

No entanto, com o avanço da idade, para alguns bancos e instituições financeiras consideram uma possibilidade maior haver um sinistro. Mesmo que fatalidades pode ocorrer em qualquer idade, para idosos, maiores são os riscos de doenças e acidentes que pode ocasionar invalidez ou o falecimento.

Desse modo, para alinhar as regras, foi estabelecido uma idade máxima para financiar um imóvel. 

A idade máxima para financiar um imóvel é de 80 anos e 6 meses. Nesse sentido, esse limite de idade se refere ao tempo de vida da pessoa no final do financiamento. Isso quer dizer que, se atualmente, a pessoa tem 60 anos, ela só poderá fazer um financiamento de até 20 anos de duração e alguns meses.

Vale ressaltar que o tempo máximo de parcelamento de um financiamento imobiliário é de 35 anos, ou seja, 420 meses. Por isso, a idade máxima para uma pessoa fazer um financiamento de imóvel, optando pelo maior tempo de parcelamento da dívida (35 anos), a pessoa tem que ter 45 anos para conseguir a liberação do crédito.

Por esse motivo, não importa se você é idoso ou não, a idade limite (80 anos e 6 meses) é calculada somando a idade da pessoa compradora do imóvel com o tempo necessário para quitar a dívida. Confira alguns exemplos:

  • Para pessoas com 70 anos, o prazo máximo de financiamento imobiliário para será de 10 anos e 6 meses;
  • Para homens e mulheres que tem 60 anos, o prazo máximo será de 20 anos e 6 meses;
  • Agora, as pessoas com 50 anos, o prazo máximo será de 30 anos e 6 meses (mas se o banco financiar além de 360 meses).

Por fim, se você quer financiar um imóvel sendo aposentado, você consegue financiar um imóvel ao longo dos anos que forem determinados pelo cálculo.

Quais são as regras do parcelamento para os velhos?

Todas as pessoas que fazem um financiamento imobiliário, independentemente da idade, precisarão contratar um seguro habitacional. Ou seja, essa apólice serve para pagar a dívida do segurado, relativa ao saldo devedor, caso aconteça algum sinistro (morte, por exemplo).

Entretanto, o cálculo das taxas de juros desse seguro segue uma lógica muito rigorosa: quanto mais velha for o comprador do imóvel, maior será os valores das taxas. Então, as parcelas pagas pelos mais velhos ficam mais caras.

Para os bancos e instituições financeiras, quanto mais velha for a pessoa, maiores são os riscos de invalidez, morte ou no mínimo, da diminuição das fontes de renda, gastos com saúde geralmente. Logo, é justamente por esse motivo que pessoas mais velhas devem apresentar uma comprovação de renda maior que outros solicitantes.

Para exemplificar melhor, digamos que o seguro obrigatório para uma pessoa com mais de 60 anos gire em torno de até 25% do valor total da parcela. Mas, essa mesma quantia pode representar apenas 5% para alguém que tem 30 anos de idade.

De outra forma, para as pessoas com 18 anos, normalmente, não possuem condições para dar um valor de entrada em apartamento, por exemplo. Pensando nisso, vale destacar a importância de construir uma reserva de emergência e se planejar para essa conquista.

Qual idade mínima para financiar um imóvel?

Por outro lado, a idade mínima para financiar um imóvel é de 18 anos. Isso porque, o interessado deve estar trabalhando, pois deverá comprovar renda e consegue arcar com responsabilidades financeiras.

Vale lembrar que para a pessoa contratar um financiamento imobiliário, não pode ter nenhuma restrição de crédito, como CPF negativado (“nome sujo”). Porém, se o solicitante tiver alguma pendência de dívidas, a dica é pagar os débitos antes da solicitação do financiamento para evitar a reprovação do crédito.

Quanto tempo dura um financiamento de um apartamento?

Geralmente, cada banco tem limites de tempo diferentes para o financiamento imobiliário. Porém, de acordo com a lei que determina os prazos praticados no mercado, o tempo máximo para um financiamento de imóveis é de 420 meses, ou seja, 35 anos.

Logo, fica a critério de cada banco decidir qual prazo máximo ofertar ao clientes. Na prática, cada banco ou empresa credora conta com limites de tempo diferenciados e com duração escolhida pelo solicitante. Pois é o cliente quem determina o tamanho da parcela que faz mais sentido para o orçamento dele.

Diante disso, agora que você já sabe qual é a resposta para a principal dúvida “em até quantos anos posso financiar um imóvel, veja mais detalhes sobre as parcelas do financiamento.

Como posso saber em até quantas vezes posso financiar um apartamento ou casa?

 

Se você está pesquisando e se planejando para comprar a casa própria, é sempre importante saber qual é o prazo limite que os bancos oferecem em um financiamento imobiliário. Lembrando que o prazo total da dívida é negociado entre você e o banco que está contratando o financiamento.

De modo geral, se você tem menos de 45 anos, possivelmente, poderá financiar seu imóvel em até 420 meses. Claro que esse limite de parcelas depende do seu interesse e se o banco te oferecer boas condições para um financiamento mais longo.

Quanto é possível dar de entrada em um financiamento imobiliário?

 

Acima de tudo, para comprar um imóvel é preciso ter planejamento financeiro para não ter surpresas durante o processo.

Logo, quando você contrata um financiamento imobiliário, geralmente os bancos financiam até 80% do valor total do imóvel. Isso quer dizer que você terá que ter em mãos pelo menos 20% do custo da propriedade.

Em alguns casos, quando o financiamento é feito pelo SFI (Sistema de Financiamento Imobiliário) é possível conseguir dar um valor de entrada mais baixo.

Entretanto, o exemplo que foi dado é para um valor mínimo de entrada. Isso quer dizer que nada impede de você oferecer um valor maior de entrada. Inclusive, é recomendável dar uma quantia maior de entrada, pois diminui o valor das parcelas do financiamento e os juros que serão cobrados ao longo do tempo.

Como se preparar financeiramente para uma dívida de longo prazo?

Comprar um imóvel é uma decisão que vai comprometer suas despesas a longo prazo, durante alguns anos. Ou seja, é preciso ter uma preparação financeira que vai te ajudar a conquistar seu apartamento ou casa de forma mais tranquila.

Todavia, vale levar em conta alguns pontos antes de contratar um financiamento, como:

  • Faça um planejamento para garantir uma boa quanto de entrada para pagar menos juros durante o financiamento. Além de que, é possível também utilizar o FGTS no valor de entrada na aquisição do imóvel;
  • Verifique se você consegue fazer uma composição de renda para aumentar seu potencial de compra;
  • Tenha o seu nome limpo, garanta um score de crédito alto e o cadastro positivo;
  • Estude e escolha qual o sistema de amortização mais interessante para você (SAC, Price ou SACRE);
  • Tenha atenção ao Custo Efetivo Total, com as taxas e seguros obrigatórios do financiamento.
  • Faça a comparação das condições do financiamento imobiliário em diferentes bancos e analise qual tem as melhores condições para você.

Por fim, não se esqueça que o financiamento não pode comprometer mais do que 30% da sua renda mensal. Para isso evite acumular dívidas ao longo do tempo e sempre mantenha um boa reserva de emergência, para momentos de aperto financeiro.

Quais são as vantagens do financiamento de imóveis?

Uma das principais vantagens de fazer um financiamento de imóveis é permitir que famílias de baixa renda possa conquistar a casa própria. Além de tudo, existem outros benefícios de contratar um financiamento para comprar um apartamento, como:

  • Sair do aluguel – é o principal motivo de tantas pessoas optarem pelo financiamento, saber que está pagando por algo que é seu. Isso porque, muitas vezes as prestações do financiamento chegam a ser o mesmo custo de um aluguel;
  • Economizar – as parcelas do financiamento só podem comprometer no máximo 30% da sua renda. Então você não vai ficar totalmente zerado no final do mês, desde que você tenha controle dos seus demais gastos;
  • Investir no seu patrimônio pessoal – ter um imóvel é ter um patrimônio. Se um dia você quiser sair da propriedade, você pode vender.

Para resumir, o financiamento imobiliário é uma excelente alternativa para conquistar seu imóvel próprio com segurança.

Quais são as condições para solicitar um financiamento imobiliário?

De antemão, para solicitar um financiamento é preciso atender alguns requisitos que os bancos definem, incluindo o limite de idade. Veja a seguir, quais são as principais condições para solicitar um financiamento imobiliário:

  • Ser maior de idade (ter mais de 18 anos de idade, a maioridade civil);
  • Não ter nenhuma restrições de crédito (“nome sujo”) ligadas ao Serasa e o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito);
  • Comprovar renda.

Além de tudo, é importante verificar junto ao banco que será feito o financiamento para saber todas as documentações necessárias para realizar o contrato.

O que fazer quando as parcelas do financiamento são inviáveis?

Se você fez várias simulações de financiamento e as parcelas estão muito caras, tenha calma existem opções de crédito habitacional no mercado que podem ser mais acessíveis para o seu bolso.

Contudo, existem algumas opções para você remanejar o custo das parcelas do seu financiamento:

  • Utilizar o FGTS – Com o valor do FGTS, você consegue diminuir parte das parcelas, reduzindo no preço total do imóvel. Você poderá usar esse dinheiro para dar de entrada, amortizar ou quitar o saldo devedor da dívida ou pagar parte das parcelas.
  • Reserva de emergência – se você procurou fazer um planejamento financeiro, este é um bom momento para utilizar q quantia que está na reserva financeira para arcar com o custo neste momento.
  • Renegociar o financiamento – dependendo do seu histórico de pagamentos, em alguns bancos é possível estender o prazo do financiamento, reduzir as taxas de juros na amortização ou fazer uma portabilidade de financiamento para outro banco com melhores condições.

Pronto! Você chegou até aqui, e além de saber em até quantos anos posso financiar um imóvel, aprendeu também detalhes importante que envolvem um financiamento imobiliário.

Aqui na Sazo Empreendimentos queremos te ajudar nessa conquista importante que é a compra da casa própria. Conheça os apartamentos à venda e entre em contato com nosso time de atendimento! Conte com a gente!

Endereço

Escritório: Av. Três, 2607 - América, Barretos - SP, 14783-094

Contato

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Tel: (17) 3325-4848